MORO COMETE CRIME CONTRA A SEGURANÇA NACIONAL JÁ VIMOS ESSE FILME EM 63...68 etc.

Resultado de imagem para imagens golpe político
Para assustar a classe média e legitimar a opressão. A classe dominante associada ao imperialismo não consegue nem ter criatividade para inventar novas formas de dominação. Como se um pequeno grupo guerrilheiro pudesse enfrentar o aparato repressivo do Estado burguês. Esse aí só se desmonta com muita organização e democracia participativa.

Esse golpe de estado de 2016 foi realizado por três poderes da república burguesa: mídia dominante, legislativo e judiciário. Moro é sim um agente dos interesses imperialistas. Não é um juiz de verdade. É um fascista justiceiro e sorrateiro. 

Na psiquiatria, um paranoico. 

Um borderline adaptado ao locus que a formação social neoliberal lhe proporcionou... para agir de acordo com os interesses alheios ou alienantes da nossa soberania.

A guinada fascista tomou conta do mundo ocidental.

O confronto com o islã condicionou o crescimento daquilo que Jung descreveu na época da cilada nazista. 
A irracionalidade toma formas assustadoras....

O imaginário coletivo pode ser muito real. Despertemos a tempo. O ponto de transmutação se aproxima. As escolhas agora serão decisivas. Amplia a consciência PARA SI ! AMPLIA !

Quando se apela ao papa é porque o desvio se consumou.
Os humanos já não se olham, um nos olhos do outro - como bem nos disse Karl Marx, referindo-se ao "desvio", de visão, fazendo da religião um ópio, para aliviar nossa alienação do ser social - e essa perda ontológica é a parte mais danosa do capitalismo. 

Quando perdemos essa dimensão espiritual, que nos religa ao Humano, só nos resta mesmo olhar para dentro. Quem sabe em nosso Hades conseguiremos resgatar nossa identidade.

O imperialismo agonizante tenta avançar ... voracidade !!
O imperialismo é um conceito da ciência política e da geopolítica. Refere-se a fase superior do modo capitalista de produção e suas relações sociais de dominação. Nessa última fase, a ideologia neoliberal domina a superestrutura jurídico-político-ideológica alienando a realidade, que é vivenciada de forma imáginária. Esse é o motivo de tanta incompreensão social, que gera competição, isolamento e desorganização.

Gostaria de lembrar que "militares" não é uma categoria única, homogênea. 
Há divergência nas Forças Armadas. Sempre. Em 64, muitos militares foram presos e torturados. 
Mesmo entre os generais existem discordâncias. Há os que entendem que os US estão certos e que o imperialismo é uma invenção comunista. 
E existem aqueles que poderiam defender a democracia (como Lott fez com JK)... e Rousseff.

Porém, acho que não será necessário agora. 
Deixemos os militares para defender a nação, se formos atacados pela quarta frota... ou pelo sul. 

Deixemos os militares em seus serviços sociais assistenciais, onde deveriam especializar-se.

Talvez, no futuro, seja esse o seu verdadeiro lugar social. Assistência Social nesse nosso país continental.


Autor: Desconhecido

Postagens mais visitadas