Meritocracia do Servidor

Aos sociais parabéns pelo plano de carreira






Por Zedotoko Costa     


Já fomos chamados de marajá
A palavra é disponibilidade

Demissão
Sem nenhuma reposição
Qual a nossa satisfação?
Presidente é inevitável
A palavra é impugnação.

A seguir o “Estado Mínimo”
É legítimo dizer?
Ao Estado nada
Ao Mercado tudo
Aposentado é vagabundo
Fui exilado
Anistiado
Sou mais um Fernando na vida
Mas me chamam de Pinóquio
- “Esqueçam tudo que escrevi”
Verdade
É assim que gosto de me senti.

Sou “Lulinha do Amor”
Eleito pelo povo brasileiro
É inédito dizer
Criei a mesa nacional de negociação
Porém mais conhecida como enrolação
A composição é sindicalista
A gestão é Bressiana, burguesa...
Nada mudou. A divisão continua.
À Carreiras de estado tudo
Aos demais o resto
Não percam a esperança
Mantenham a perseverança
Este governo é democrático
Entretanto
Aquém de ser meritocrático.

Chamo-me Dilma Roussef
Presidenta do Brasil
A posse
Sou favorável a meritocracia
Oferecemos carreiras transversais
Um fiasco, um engodo
O governo nos enganou
É de praxe
A obliquidade
Prevaleceu
É a crise
Sempre a crise
O Governo encerrou a equidade.

Vinte oito de outubro
Dia do servidor
O que temos para comemorar
Neste cenário de horror?
A quém interessar possa
Aqui jaz uma categoria
Qual categoria?
A NOSSA!!!
Tim. Tim.


Comentário por Zedotoko Costa. Além do que já foi dito acima cabe, ainda aqui, uma pergunta básica para um governo socialista, de quase 12(doze) anos no poder.
Por que setores como: segurança, defesa, itamarati, ciencia e tecnologia, dentre outros, são contemplados com tabelas salariais/subsídios, e planos de carreira classe AA, e setores sociais do governo, como saúde, educação, cultura, meio-ambiente, reforma agrária, dentre outros, responsáveis por implementação de políticas públicas sociais são classe C, ou CC? Será que é a luta de classe dentro da classe dominante servidor público, ou será descaso mesmo?
Empodera servidor público social. Empodera Povo.

Postagens mais visitadas